28/10/2020 às 08h25min - Atualizada em 28/10/2020 às 08h25min

SAÚDE EM CHAMAS

INCÊNDIO NO HFB E PRIVATIZAÇÃO DE BOLSONARO


O incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso é um absurdo. Revela acima de tudo o desprezo do governo Bolsonaro pela saúde pública. O hospital nem mesmo tinha o certificado definitivo do corpo de bombeiros.
Morreram 3 pacientes, duas mulheres e um homem. As mulheres apresentavam quadro grave de coronavírus (Covid-19). A primeira, Núbia Rodrigues, de 42 anos, era radiologista em outra unidade e havia sido internada com sintomas da doença há poucos dias, após passar por atendimento em duas UPAs - ela não resistiu à transferência para o Hospital municipal Ronaldo Gazolla. A segunda, uma senhora que teria 83 anos, também tratava-se de coronavírus. Teve infecção pulmonar, foi transferida para o CTI da maternidade do hospital, mas também acabou morrendo. A terceira morte foi de um homem, de 39 anos, que já encontrava-se em estado delicado de saúde antes do incidente no CTI.
 
Durante toda essa noite, de terça pra quarta, os profissionais de saúde procuravam transferir para outras unidades os pacientes do hospital. Entre eles, bebês e crianças da UTI neonatal.
 
O Daqui&Dali obteve um depoimento emocionado da enfermeira e professora Ellen Peres.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »