02/09/2022 às 14h36min - Atualizada em 02/09/2022 às 14h36min

​VINDE A MIM OS MAIS POBRES.

JUNTOS, FAREMOS AUXÍLIO AO BRASIL


 
A tentativa eleitoreira de Bolsonaro de usar o Auxílio Brasil fracassou e Lula continua mantendo vantagem sobre Bolsonaro entre mais pobres do país.
Desesperado, Bolsonaro tinha promovido no Congresso o aumento do benefício para R$ 600 como forma de conquistar votos entre o eleitorado mais pobre. Semanas depois, a preferência por Lula continua.
 
O aumento já era cobrado pela oposição há tempos, mas o governo Bolsonaro deixou para fazer pouco antes da eleição, como forma de arrancar votos dos mais pobres.
Acontece que, três semanas após o pagamento do novo valor, Lula registra o dobro das intenções de voto de Bolsonaro entre a camada mais pobre, como mostra a pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, 1º.
 
Lula tem 54% entre eleitores com renda familiar mensal de até dois salários-mínimos, enquanto Bolsonaro tem 25%. O levantamento de agosto, também do Datafolha, mostrava que Lula 55% e Bolsonaro 23%. As oscilações ficaram dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
 
A pesquisa ouviu 5.734 eleitores presencialmente entre 30 de agosto e 1° de setembro. O intervalo de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-00433/2022.
 
Leia também no Brasil247.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »