25/07/2021 às 12h09min - Atualizada em 25/07/2021 às 12h09min

​ESTADOS UNIDOS QUEREM DAR O GOLPE

QUEREM NOSSO PETRÓLEO E MIRAM A CHINA

 
Foi o jornalista Brian Mier que deu o alerta:
“Os Estados Unidos vão armar um novo golpe contra Lula. A gente não pode pensar que só porque Lula está liderando em todas as pesquisas ele vai ser eleito presidente. Tem outra tentativa de golpe eleitoral sendo montada”.

Brian Mier comentou a declaração do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, acerca da preocupação de seu país com a corrupção no Brasil, e não com a democracia. Para ele, essa é a sinalização de novo golpe contra o Brasil.

“Ele foi honesto. Os Estados Unidos não se preocupam com democracia, se preocupam com petróleo. Esse foi exatamente o motivo principal para o golpe de 2016 contra Dilma-Lula, para privatizar o pré-sal”, disse Brian Mier sobre a fala de Chapman. Acrescentou que “é preciso ficar atento para uma nova investida norte-americana contra o Brasil, principalmente com o objetivo de impedir a volta de Lula ao poder”. O jornalista recomendou que se arme uma defesa contra o que está por vir. “Se preparem para mais um golpe no ano que vem, se preparem para um bombardeamento nas mídias sociais contra o PT e contra Lula, porque essa é a nova ferramenta da guerra do espectro total dos Estados Unidos”.

Ele ainda completou: “A gente precisa pensar em como vamos nos defender de um ataque dessa natureza. Está sendo tudo montado. A gente não pode pensar que só porque Lula está liderando em todas as pesquisas ele vai ser eleito presidente. Tem outra tentativa de golpe eleitoral sendo montada com ajuda dos Estados Unidos, provavelmente com a CIA, que estava lá visitando o Bolsonaro, e eu fico um pouco preocupado”, completou.

Aliás, a produção de petróleo no Brasil em abril atingiu 2,974 milhões de barris por dia, enquanto a produção de gás natural foi de 131 milhões de metros cúbicos diários.

Coincidentemente, ou não, o embaixador Todd Chapman, que ao todo viveu cerca de 12 anos no Brasil, está se despedindo. Além dos interesses econômicos do seu país, ele deseja, como vingança, que Bolsonaro fique pelo menos 12 anos no poder...

Leia também no Brasil247.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »