22/07/2021 às 09h55min - Atualizada em 22/07/2021 às 09h55min

​A MARCHA DO GOLPE

A DESCULPA É O VOTO ELETRÔNICO


Recentemente, o ministro da defesa, general Walter Braga Netto, mandou um recado para o presidente da Câmara, Arthur Lira. Um recado simples, curto, sem muitas firulas, em que o general pedia para ‘humildemente’ comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável. Ao fazer essa ameaça tão singela, ele contava com a companhia de chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica... e nenhum deles cumpriu o dever de dar ordem de prisão ao general!!!
Existe prova melhor do que essa de que o golpe já está a galope?

O presidente da Câmara – vejam bem, o presidente da Câmara, o segundo na linha sucessória da presidência da República! –, Arthur Lira simplesmente ficou sem dar um pio, nem mesmo um piu-piu qualquer, preferiu silenciar a sua lira...  

Não bastasse isso, o presidente da República, Jair Bolsonaro, não demitiu sumariamente o seu ministro!!! Ao contrário: repetiu publicamente a ameaça de Braga Netto no mesmo 8 de julho: “Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições”, disse ele... na entrada do Palácio da Alvorada!!! Lembrando que, pra ele, “eleição limpa” significa “eleição fraudável”...

De lá pra cá, portanto, ficou definido que o Brasil não contará com eleições livres em 2022. Simples assim.

Você, que acabou de ler esse texto, pensava votar em quem?

Leia também no Brasil247  e Estadão.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »