16/01/2021 às 15h16min - Atualizada em 16/01/2021 às 15h16min

​QUANDO BOLSONARO SAI?

RODRIGO MAIA PODE DAR A RESPOSTA.


Não dá mais para adiar. Bolsonaro é pior do que o coronavírus2 – traz todos os sintomas de destruição do país. Como diz o jornalista Gilvandro Filho: “Não há mais como o atual presidente da República permanecer no cargo. É ilegítima, é imoral e é criminosa a sua presença à frente do País que caminha para um poço sem fundo em termos de catástrofe sanitária”. Para falar a mais absoluta verdade, ele não deveria nem mesmo ter sido eleito. Mas isso foi culpa de outro vírus – o vírus da nossa idiotice.
A questão, agora, diz Gilvandro, é se Rodrigo Maia terá coragem de abrir o processo que irá frear o “genocídio”? A resposta é óbvia: não terá coragem, nem terá interesse. A essa altura, deve estar fazendo os cálculos do seu próprio futuro político-eleitoral. “Diga, meu Pai, eu me sairei melhor como candidato a senador ou a... presidente??!!???”

Gilvandro está certíssimo quando diz que "a saída do presidente tem que ser já. Precoce feito a hidroxicloloroquina, a azitromicina e a ivermectina, tão caros ao governo. Só que com efeito prático e salvador". Não passam de drogas que estão mais perto de causar dependência do que a independência de que o Brasil precisa.

Essa tragédia que se abate, implacavelmente, sobre Manaus, com alas inteiras de hospitalizados morrendo por falta de oxigênio e bebês prematuros sendo mandados para outros estados, para poderem respirar, é a gota d’água do rio Amazonas. Esse presidente da República afundou de vez e sua permanência boiando no cargo é ilegítima, é imoral, é criminosa, é afogante.

O impeachment e o fim de um governo que boicota a lógica, agride a ciência e compromete a vida de todos os brasileiros, até nos insanos que nele votaram, já estão demorando a acontecer. Não dá mais para esperar. O remédio tem que vir logo – e o melhor remédio é ele sair já. E que leve a hidroxicloloroquina, a azitromicina e a ivermectina, tão caros ao seu governo. E o que falta? Será preciso que morram mais quantos? O Congresso Nacional, onde o presidente da Câmara dos Deputados dormita sentado sobre 60 pedidos de impeachment contra o presidente da República, está esperando o quê? Rodrigo Maia tem dado declarações até fortes. Só falta agir. Tem tudo nas mãos. Os pedidos pelo fim do patético e irresponsável (des)governo vem de tudo quanto é canto. Exceto o gado legislativo de sempre, cuja boiada foi engordada com os touros espertos do Centrão, ninguém se furtaria a fazer esse bem ao Brasil. Resta Rodrigo Maia querer aceitar um dos pedidos e a Câmara dos Deputados abrir o processo. O impeachment é necessário. Maia – vale lembrar mais uma vez – é o homem a quem cabe dar o pontapé inicial do impeachment. A quem cabe começar o fim de um genocídio (palavra dele) como o Brasil nunca viveu. Que Deus lhe dê coragem.

Leia também no Brasil247.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Daqui&Dali Publicidade 1200x90