21/05/2020 às 11h09min - Atualizada em 21/05/2020 às 11h09min

​IMPEACHMENT NELE!

PEDIDO ENTREGUE HOJE, 21/05, NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Primeiro pedido coletivo de impeachment de Bolsonaro chega à Câmara dos Deputados, hoje, 21 de maio de 2020. São mais de 400 entidades da sociedade civil, além de personalidades públicas como juristas e políticos e os partidos de oposição PT, PCdoB, PSOL, PCB, PCO, PSTU e UP, entregam o pedido de impeachment de Bolsonaro. Acusações: cometer crimes de responsabilidade, atentar contra a saúde pública e arriscar a vida da população pelo comportamento à frente da pandemia do coronavírus, e outros crimes.

Entre as organizações que apoiam o impeachement estão o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, Associação Brasileira de Economistas pela Democracia, Central de Movimentos Populares, Marcha Mundial de Mulheres, Movimento das Mulheres Camponesas, Andes – Sindicato Nacional, Fasubra, Movimento Negro Unificado, Associação Brasileira de Travestis e Transexuais, além de juristas como Celso Antonio Bandeira de Melo, Lênio Streck, Pedro Serrano, Carol Proner e os ex-ministros da Justiça Tarso Genro, José Eduardo Cardozo e Eugênio Aragão.

Eles todos representam os 210 milhões de brasileiros. É o Brasil inteiro que não aceita mais conviver com essa aberração na presidência do Brasil!

Como disse Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidenta do PT, “Bolsonaro não tem condições políticas, administrativas e humanas de governar o Brasil. Briga com todo mundo o tempo inteiro e não protege o povo. Tem de ser impedido”.
Entre os crimes de responsabilidade apontados no pedido estão os discursos de Bolsonaro contra o STF (Supremo Tribunal Federal), pela convocação de empresários para a “guerra contra governadores” à frente da pandemia do coronavírus, pelo bloqueio da compra de respiradores e outros equipamentos de saúde por estados e municípios, pelo apoio à milícia paramilitar “Acampamento dos 300”, pela incitação de sublevação das Forças Armadas contra a democracia, além de pronunciamentos e atos durante a pandemia que configuram crimes contra a saúde pública.

Os partidos de oposição, juristas e organizações sociais também acusam Bolsonaro de crimes contra o livre exercício dos poderes constitucionais, contra o livre exercício dos direitos políticos, individuais e sociais, contra a segurança interna do país e contra a probidade administrativa. A revolta contra essa figura é impressionantemente abrangente. É o primeiro pedido de impeachment suprapartidário e de amplos setores da sociedade brasileira e não de apenas um partido ou parlamentar. Representa o grande desabafo do país: FORA BOLSONARO!

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »