03/06/2021 às 11h48min - Atualizada em 03/06/2021 às 11h48min

OS DÓLARES FURADOS

RÚSSIA TROCA POR EUROS, YUANS E OURO


Vivemos um mundo de surpresas em uma era surpreendente. A Rússia acaba de declarar que eliminará o dólar de seu fundo de petróleo para reduzir a vulnerabilidade às sanções ocidentais. E isso a apenas duas semanas antes da viagem de Putin para a primeira reunião de cúpula com Joe Biden.

Foi o ministro das Finanças russo, Anton Siluanov, que informou que o Fundo Nacional de Bem-estar mudará seus investimentos em dólares para euros, yuans e ouro. Obviamente, o dólar reduziu os ganhos com as notícias desta quinta-feira, 3, antes de se recuperar, já que analistas disseram que o impacto imediato no mercado provavelmente será limitado. A transferência, que afeta cerca de US $ 119 bilhões em ativos líquidos, dos quais cerca de um terço é mantido em dólares, ocorrerá dentro das enormes reservas do banco central.

“O banco central pode fazer essas alterações no Fundo de Bem-estar sem recorrer a operações de mercado”, disse Sofya Donets, economista da Renaissance Capital em Moscou.
A medida, tomada antes da reunião Biden-Putin do próximo dia 16 de junho, marca esforço do líder russo para reduzir a dependência de seu país ao dólar, após anos de aumento constante das restrições dos EUA.
“Eles estão expandindo as sanções e, para nós, o dólar está se tornando mais arriscado”, disse o vice-ministro das Finanças, Vladimir Kolychev, à Bloomberg.

A Rússia pode fazer a mudança dentro de um mês, mas cabe ao banco central determinar se deve ajustar a distribuição de suas reservas gerais, Siluanov disse a repórteres no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo.
“Esta decisão é lógica no contexto do impasse obstinado com os EUA”, disse Oleg Vyugin, um ex-funcionário sênior do banco central. “Mas em termos de risco/retorno, sair de ativos em dólar para substituí-los por aqueles que eles listam provavelmente não será economicamente atraente.”
Embora não tenha “nenhum impacto inicial no mercado”, a medida provavelmente levará o banco central a vender dólares, disse Jordan Rochester, estrategista cambial da Nomura International PLC. “Não está claro com que rapidez eles farão isso. Pode haver impacto no mercado se o banco central vender seus títulos remanescentes do tesouro dos EUA”, acrescentou.
 
O fundo patrimonial atualmente detém 35% de seus ativos líquidos em dólares, no valor de cerca de US $ 41,5 bilhões, com o mesmo valor em euros e o restante dividido em yuans, ouro, ienes e libras.
Após a mudança, os ativos do fundo serão mantidos em 40% em euros, 30% em yuans, 20% em ouro e 5% cada em ienes e libras, disse Siluanov.

O banco central russo não comenta sobre os planos para suas reservas em moeda estrangeira. “Claro, a estrutura monetária das reservas do governo é um dos fatores que levamos em consideração”, disse a governadora do Banco da Rússia, Elvira Nabiullina, de acordo com a Interfax.

O fundo de riqueza mantém as economias das receitas do petróleo da Rússia acima de um preço de corte e é usado para ajudar a compensar as deficiências quando o mercado cai abaixo desse nível. Junto com os ativos ilíquidos – ou rendimentos brutos (total dos rendimentos que ainda não tiveram as deduções para a segurança social e outros impostos) –, seu valor total é de US $ 185,9 bilhões. Com a economia se recuperando mais rápido do que o esperado, o déficit orçamentário será de 1% do produto interno bruto este ano, disse Siluanov, menor do que os 2,4% inicialmente planejados.
O banco central relata a distribuição de moeda de suas reservas com uma defasagem de seis meses, recusando-se a fornecer informações sobre seus ativos atuais.

Com a ajuda de Anna Andrianova, Andrey Biryukov, Jill Ward e Ilya Arkhipov.
Leia também em Yahoo, Bloomberg e Brasil247.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »