30/04/2021 às 11h38min - Atualizada em 30/04/2021 às 11h38min

​ABSURDO RELIGIOSO EM ISRAEL:

44 MORRERAM COMEMORANDO A VITÓRIA SOBRE A PANDEMIA!!!

 
Na verdade, foi o festival do absurdo judaico. Seria para 10.000 participantes! E apareceram 100.000!!! Verdadeira maluquice religiosa!
Pelo menos 44 pessoas foram mortas e cerca de 150 ficaram feridas nesse encontro – ou confronto! –, nessa reunião judaica no norte de Israel, um dos piores desastres do país em tempos de paz.

“Infelizmente, encontramos crianças pequenas pisoteadas. Conseguimos salvar algumas”, disse Eli Beer à Rádio do Exército.
Magen David Adom, do serviço nacional de ambulâncias, disse que os feridos foram levados às pressas para hospitais em todo o país. Seis pessoas estavam em estado crítico e 18 em estado grave.
O primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, que visitou o local brevemente, disse que foi “um dos piores desastres que se abateu sobre o estado de Israel”. E acrescentou que “o domingo deve ser um dia de luto nacional”. Como assim?!? Na verdade, é um luto da humanidade!

E estava na clara que seria uma tragédia. Como é que se dá permissão para 10.000 pessoas participarem de um evento e se permite que 100.000 participem?!?!?!?!?
Como é que judeus ultra ortodoxos viajam quilômetros para visitar a tumba da Galileia do sábio Rabi Shimon Bar Yochai do século II para as comemorações anuais de Lag Baomer, que incluem orações noturnas, canções místicas e dança... e acabam se matando às pencas?!?!?!!!!

Segundo testemunhas, as pessoas foram asfixiadas ou pisoteadas em uma passagem estreita enquanto tentavam sair. Imagens da noite mostraram homens puxando freneticamente paredes de ferro corrugado para escapar. As crianças se perderam de seus pais na confusão. Um oficial de resgate de emergência disse ao Channel 12 News: “Há mais de 30 crianças aqui agora – cujas mães e pais não estão atendendo ao telefone” – o que certamente significa que ou morreram ou estão hospitalizadas. A televisão israelense publicou as fotos de sete meninos, pedindo ajuda para localizar os pais.

Toda religião exige fé. Mas não exige que se perca a razão. Religião nenhuma tem o direito de criar condições para que uma tragédia assim aconteça. Não existe Deus que aprove.
 
Leia mais em The Guardian.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »