25/11/2017 às 15h01min - Atualizada em 25/11/2017 às 15h01min

Mobilização em defesa da Lagoa de Itaipu vai ser domingo.

Hayle Gadelha
Alba Simon (ambientalista)



Moradores e ambientalistas vão dar um abraço simbólico à Lagoa de Itaipu, nesse domingo, a partir das 10h, para reafirmar a importância da demarcação do Patrimônio Ambiental, Cultural, Social e Cênico de Itaipu e toda Região Oceânica de Niterói, no Projeto de Lei  do Plano Diretor Urbano da cidade. O projeto foi enviado pela  Prefeitura de Niterói e os moradores afirmam que não foi feita uma consulta popular.

Segundo os manifestantes, as áreas protegidas foram excluídas e eles temem uma invasão imobiliária na região.

No dia 29, quarta-feira, vai ser realizada a segunda votação do projeto na Câmara. Na primeira, as  emendas de vereadores e da sociedade civil não foram aprovadas.

Há 40 anos, as lagoas de Itaipu e Piratininga sofrem  com a especulação imobiliária.

Uma denúncia do jornalista Osvaldo Masneschy para o jornal TODA PALAVRA revela dados alarmantes. O espelho d'água das lagoas foi reduzido à metade, passando de 8,1 km² para 4,25 km².

Essa triste realidade foi constatada através de estudos realizados pelos pesquisadores da UFF  Thiago Henriques Fontenelle e Wanderson Barreto Corrêa ao comparar os primeiros números obtidos pelo pesquisador da Fiocruz, Lejeune P.H.de Oliveira, em 1948.

O ponto de encontro da manifestação no domingo vai ser no Canal de Camboatá, que separa Itaipu de Camboinhas.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »