20/08/2021 às 12h24min - Atualizada em 20/08/2021 às 12h24min

​BOLSONARO É RUIM PARA O BRASIL...

E RUIM PARA OS MILITARES!


Bolsonaro começou a se aproximar dos militares aos 15 anos, em Elsorado, Vale do Ribeira, quando ajudou tropas do Exército a perseguir Lamarca.
Quando fez 18 anos, ele foi aprovado na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), na cidade de Campinas, em São Paulo. E, no final do ano, resolveu fazer concurso para a AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras), localizada na cidade de Resende, no Rio de Janeiro. Foi aprovado...
 
Após se especializar em paraquedismo, em 1977, serviu como Aspirante Oficial no 21º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), na cidade do Rio de Janeiro.
De 1979 a 1981, serviu ao 9º GAC, na cidade de Nioaque, no Mato Grosso do Sul. Ainda conquistou o primeiro lugar em uma turma de 45 alunos, na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), em 1982, e cursou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO), em 1987.
 
Em setembro de 1986, Bolsonaro concedeu uma entrevista à revista Veja, em que reclamava dos baixos salários. Acabou preso por 15 dias no quartel. Também chegou a ser acusado de ter planejado um atentado a bomba, mas o STM (Superior Tribunal Militar), depois de um longo processo e comprovação de exames grafotécnicos, inocentou Bolsonaro de ter planejado e desenhado o plano. Talvez o STM simplesmente tenha concluído que ele não teria capacidade...
 
Bolsonaro escapou dessas e provavelmente de outras. Mas as forças armadas não escaparam de Bolsonaro. E o Brasil também não. Talvez pela 1ª vez, desde que acabou a ditadura militar, uma pesquisa registra que mais da metade dos brasileiros rejeita militares no governo e na política. Segundo o Poder360, de abril para agosto, o grupo que acha a participação dos militares ruim para o país subiu de 45% para 52%. Mas é importante destacar que a rejeição a Bolsonaro está diretamente relacionada à rejeição a militares.
Os bons militares devem estar arrependidos até agora...
 
Leia também no Poder360, Brasil247 e em RenovaMídia.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »