16/08/2021 às 13h53min - Atualizada em 16/08/2021 às 13h53min

ADEUS, BOLSONARO!

BEM-VINDO, MOURÃO...


Realmente, não precisamos apostar na boa vontade da maioria do Senado. Difícil conseguir maioria suficiente para bater a porta na cara de Bolsonaro, lançando-o de corpo e alma (alma?) em um processo de impeachment. Mas a movimentação do vice-presidente Mourão é muito importante nesse momento de chiliques presidenciais. Seu encontro com Luís Roberto Barroso, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), foi a reafirmação de que Bolsonaro está tresloucado na sua aventura de tentar o impeachment exatamente de Barroso (que, além de presidir o TSE, é ministro do STF). E mais, Bolsonaro quer ainda o impeachment de Alexandre de Moraes, que também é... ministro do STF! Tudo porque está desesperado com a derrota eleitoral que se aproxima a todo galope e quer dar um jeito de vencer na mão grande.

Mourão não apenas confirmou que manteve um encontro fora da agenda oficial com o presidente do TSE, na semana passada, como reafirmou que “até que me provem o contrário, vou confiando nas urnas eletrônicas". E obviamente vai confiando no avanço das oposições.

De acordo com o jornalista Fabio Alves, Mourão disse que também “acha difícil” que o Senado aceite o pedido de impeachment feito por Jair Bolsonaro contra Barroso e o também ministro do STF, Alexandre de Moraes.
Mas o mais importante é o que Mourão não chegou a dizer (mas com certeza desejou...) que, caso haja o impeachment de Bolsonaro, ele mata no peito e bola pra frente. Mourão tem muito a ganhar politicamente... Mas o que o Brasil quer de verdade é Lula Lá!

Leia também no Brasil247.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »