06/08/2021 às 09h23min - Atualizada em 06/08/2021 às 09h23min

​FORÇAS ARMADAS NÃO APOIAM GOLPE.

PALAVRA DO GENERAL PAULO SERGIO NOGUEIRA.


Foi o próprio comandante do Exército, Paulo Sergio Nogueira, que indicou a integrantes do governo que o Exército (e certamente Marinha, Aeronáutica e tudo que é força armada também) não apoiará qualquer tentativa de ruptura institucional no país. Em palavras mais civis, não vai ter golpe militar. E, se não vai ter golpe militar, com certeza não haverá golpe civil. Mais certeza ainda que Bolsonaro não tentará golpe de espécie alguma, por mais maluco e desesperado que esteja.

O recado militar foi dado e, segundo fontes, chegou a Bolsonaro, que nos últimos dias tinha intensificado sua campanha pelo voto impresso e chegou a atacar ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral. O quadro revela, principalmente, um presidente desesperado, sem apoio civil ou militar para tentar conquistar o poder que os votos não lhe garantem mais.
Os militares não fizeram nada mais do que sua obrigação, mas merecem o reconhecimento público. Eles abraçaram a causa do STF (Superior Tribunal Federal) em defesa não apenas do voto eletrônico, mas, principalmente, em defesa de um mínimo de bom senso, um mínimo de defesa de um país melhor.

A Folha, em editorial, destaca que Bolsonaro é um presidente “contra a Constituição. Comete desvarios em série na sua fuga rumo à tirania e precisa ser parado pela lei que despreza”.

É importante destacar que foi o próprio Bolsonaro que escavou esse caminho. Foi ele que implantou uma presidência negacionista. Foi ele que combateu a vacina. Foi ele que apoiou as cloroquinas. Foi ele que não quis – ou não teve capacidade – de liderar o país no combate à pandemia que atingiu mortalmente mais de meio milhão de brasileiros.

Bolsonaro avança a galope para se tornar um passado que o país inteiro quer ver cada vez mais distante.
Bolsonaros nunca mais!!!


Leia também na Folha e no Brasil247.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »