05/08/2021 às 18h29min - Atualizada em 05/08/2021 às 18h29min

FUX FULMINA BOLSONARO

CANCELA REUNIÃO COM OS CHEFES DE PODERES


Em pronunciamento nesta quinta-feira, 5, Luiz Fux, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), anunciou o cancelamento da reunião que haveria dos chefes dos poderes constitucionais.
"O pressuposto do diálogo entre os Poderes é o respeito mútuo entre as instituições e seus integrantes", disse Fux. Infelizmente é um pressuposto que não pressupõe Bolsonaro, um presidente falido politicamente, afogado em suas próprias manobras, que não quer aceitar a derrota eleitoral que se aproxima.

Fux lembrou que, “nos últimos dias, o presidente da República tem reiterado ofensas e ataques de inverdades a integrantes desta Corte, em especial os ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Sendo certo que, quando se atinge um dos integrantes, se atinge a Corte por inteiro. Além disso, sua excelência [Bolsonaro] mantém a divulgação de interpretações equivocadas de decisões do plenário bem como insiste em colocar sob suspeição a higidez do processo eleitoral brasileiro".

Fux também afirmou que "diálogo eficiente pressupõe compromisso permanente com as próprias palavras, o que, infelizmente, não temos visto no cenário atual". Há aí bastante ingenuidade, porque Bolsonaro não demonstra compromisso com qualquer coisa, menos ainda com as próprias palavras.

"Diante dessas circunstâncias, o Supremo Tribunal Federal informa que está cancelada a reunião outrora anunciada entre os chefes de poder, entre eles o presidente da República", completou Fux.

Esse pronunciamento é uma reposta forte aos ataques feitos por Bolsonaro e a ameaça de que pode atuar fora da Constituição, uma vez que foi incluído como investigado no inquérito que apura a disseminação de notícias falsas e ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal. Foi um pronunciamento fundamental, necessário, que não poderia ser adiado nem mais um minuto. A partir de agora, o país e todos os poderes que defendem a democracia, temos que nos preparar para a tentativa de golpe que virá. As Forças Armadas, a partir deste momento, têm uma responsabilidade ainda maior para não embarcar na aventura bolsonaresca.

Leia também no Brasil247. Vídeo aqui.







 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »